segunda-feira, 17 de maio de 2010

A PIADA DO PATO


Alguns anos atrás, eu trabalhava em uma equipe de som chamada Som Fly. E lá havia um funcionário de apelido Samambaia. Ele era muito, muito engraçado. A começar pela sua cara! Só de olhar, você já começava a rir! O escritório-depósito era em uma rua estreita - daquelas que passam um carro de cada vez - e do outro lado da rua havia uma loja de móveis, minha amiga Patrícia trabalhava lá!
Um dia, sem nada para fazer - já havia terminado todas as minhas tarefas - encontrei com Samambaia no depósito e ele falou assim:
_ Milene, estou com umas piadas novas para te contar! Espere até eu terminar aqui. Aproveita e chama Patrícia para escutar também...
_ Ela não pode sair da loja Samambaia. Você é que terá que ir até lá.
_ Tá. Vai indo. Estou terminando aqui e daqui a pouco estarei lá. Vocês vão morrer de rir!
Eu fui lá fora conversar com Patrícia... Samambaia sabia mesmo contar piadas!
Depois de uns 15 minutos, ele apareceu limpando as mãos nas calças sujas.
A piada de hoje eu escutei lá em São Miguel do Anta. No Carnaval.

"Um homem ganhou um pato de presente, quando ía em direção ao cinema. Quando chegou a porta o cara dos ingressos disse a ele que não poderia entrar ali com o pato. Não tendo onde colocar o bichinho, colocou dentro das calças, comprou um enorme saco de pipoca e entrou no cinema.
O homem sentou-se nos primeiros lugares e para deixar o patinho respirar abriu a braguilha da calça. O bichinho mais que depressa, enfiou a cabecinha pela abertura... Enquanto o homem comia a pipoca, uma ou outra caía em seu colo, então o patinho catava-as e comia.
Uma mulher sentou-se ao lado do homem com o saco de pipoca. Como estavam lado a lado, ela logo percebeu a cena que se desenrolava ao seu lado: O homem comendo a pipoca e aquelas que lhe caíam ao colo, eram logo capturadas pela "cabecinha que lhe saía das calças".
Intrigada com aquilo perguntou ao homem:
_Moço? Posso te falar uma coisa? Eu já vi de tudo nessa vida, mas "um que come pipoca" é a primeira vez!!!"

Quando Samambaia acabou de contar aquilo, com tantos trejeitos do cara enfiando o pato dentro da calça e ele comendo a pipoca no colo dele, nos arrebentamos de tanto rir...
Eu chorava de um lado e Patrícia do outro... De tanto rir...




4 comentários:

La Sorcière disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!
Muuuuito boa:)

Teresa disse...

Giro mesmo era estar no cinema a ver a cena!
Bjs

Mauri Boffil disse...

hahahahahahahaha
morri

Vanderson disse...

kkkkkkkkkkkkkk
nouussaaaa!!
morri [2]