sábado, 5 de outubro de 2013

BC - Menina das Ideias: Um conto de Criança


A Padaria encantada

Quando eu era criança, meu pai tinha conta em uma padaria. Ele pagava religiosamente todos os meses, pelo pão comprado e pelo leite também!
Mas nessa padaria havia algumas guloseimas muito apreciadas por mim: jujubas (aquelas balas coloridas de goma), doces diversos, caramelos caseiros... Então, em minha inocência de criança, a chamava de Padaria encantada, pois achava que colocava ali, aquelas gostosuras, eram as fadas, os duendes que junto com o dono da padaria, as fabricava e as colocava ali para vender e encantar, nós as crianças...
Um dia, meu pai me levou até a padaria. Me colocou em cima do balcão de madeira grande e polido. E o padeiro que era amigo de meu pai, me encheu dessas balinhas... Ele as chamava de "doces da alegria", porque eram muito coloridas... E antes que meu pai saísse dali com o pão e o leite na sacola... Furtivamente, o padeiro me deu um saquinho de papel. Dentro dele havia muitos doces da alegria: jujubas; e alguns caramelos pretos feitos em casa! 
Escondi, embolando o saquinho em minha mão, para que meu pai não visse... Apesar dele adorar doces, minha mãe vivia brigando com ele por causa deles (meu pai era diabético!)

Texto dedicado à BC - Menina das Ideias



Um comentário:

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida Milene
Vim essa essa delícia de post... rs...
Ganhava balas de groselha do meu papai também...
Lindo post de uma realidade marcante da nossa infância colorida e gostosa!!!
Bjm de paz e bem